Login:

  Senha:

Av. Tarquínio Joslin dos Santos, 1300. CEP 85870-650.
Foz do Iguaçu - PR - Brasil
Fone: (45) 3576-8100
Fax: (45) 3575-2733

Página da Unioeste-Foz no Facebook

::: Acessos: 902362 :::

Site melhor visualizado com:




CELS


Centro de Educação, Letras e Saúde
Responsável: Samuel Klauck

Equipe:
Áurea Inês Theisen Martines (Assistente)
Fátima Aparecida Ruiz de Oliva (Mestrado)
Josiele Kaminski Corso Ozelame
Mustafa Hassan Issa
Nelma de Fátima Silva (Mestrado)
Vania Maria da Costa Valle Theisen

Cursos de Graduação:
Enfermagem
Letras Port./Espanhol
Letras Port./Inglês
Pedagogia

Letras:
Letras é uma designação genérica que abrange as áreas científicas da Linguística (incluindo o ensino de línguas), dos Estudos literários, dos Estudos culturais, da História e da Filosofia. Estas áreas são normalmente investigadas e ensinadas nas faculdades de Letras e nos cursos superiores de Letras. Em Portugal, as faculdades de Letras incluem ainda a Geografia e incluíram, até finais dos anos 80, a Psicologia e as Ciências da Educação. O primeiro curso de Letras no Brasil foi oferecido em 1933, na então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Sedes Sapientiae, que em 1946 se tornaria a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). O curso de Letras forma profissionais com domínio do uso das línguas que são objeto de seus estudos, por exemplo: língua portuguesa, língua inglesa, língua espanhola, em relação a sua estrutura, funcionamento, literatura e manifestações culturais. O licenciado em Letras, além de ter consciência das variedades linguísticas e culturais, deve ser capaz de refletir teoricamente sobre a linguagem, de fazer uso de novas tecnologias e de compreender sua formação profissional como processo contínuo, autônomo e permanente, no qual a pesquisa e a extensão, além do ensino, devem estar articulados. O curso de Letras é oferecido em duas modalidades: licenciatura e bacharelado. O licenciado em Letras estuda disciplinas de áreas pedagógicas e realiza estágio de docência. A finalidade do curso de licenciatura em Letras é formar pessoal habilitado a lecionar língua e literatura em todos os níveis de ensino. O bacharel em Letras, por sua vez, não recebe essa formação pedagógica e tem em sua grade curricular disciplinas do núcleo duro (linguística e literatura) com mais profundidade. A intenção do bacharelado em Letras é formar pessoal habilitado para trabalhar com tradução, redação de textos, revisão de textos, edição de textos, crítica literária, e até mesmo em secretariado executivo. O curso de licenciatura em Letras oferece possibilidade de graduação em diversas línguas como português, inglês ou espanhol. Em universidades maiores, há inclusive habilitações em línguas orientais como japonês e mandarim, e línguas clássicas como grego, aramaico e latim. O curso dispõe de disciplinas que giram ao redor das áreas de linguística e literatura.

Pedagogia:
A palavra Pedagogia tem origem na Grécia antiga, paidós (criança) e agogé (condução). No decurso da história do Ocidente, a Pedagogia firmou-se como correlato da educação é a ciência do ensino. Entretanto, a prática educativa é um fato social, cuja origem está ligada à da própria humanidade. A compreensão do fenômeno educativo e sua intervenção intencional fez surgir um saber específico que modernamente associa-se ao termo pedagogia. Assim, a indissociabilidade entre a prática educativa e a sua teorização elevou o saber pedagógico ao nível científico. Com este caráter, o pedagogo passa a ser, de fato e de direito, investido de uma função reflexiva, investigativa e, portanto, científica do processo educativo. Autoridade que não pode ser delegada a outro profissional, pois o seu campo de estudos possui uma identidade e uma problemática própria. A história levou séculos para conferir o status de cientificidade à atividade dos pedagogos apesar de a problemática pedagógica estar presente em todas as etapas históricas a partir da Antiguidade. O termo pedagogo, como é patente, surgiu na Grécia Clássica, da palavra παιδαγωγός cujo significado etimológico é preceptor, mestre, guia, aquele que conduz; era o escravo que conduzia os meninos até o paedagogium . No entanto, o termo pedagogia, designante de um fazer escravo na Hélade, somente generalizou-se na acepção de elaboração consciente do processo educativo a partir do século XVIII, na Europa Ocidental.

Links Externos:
Página do Centro de Educação, Letras e Saúde

Telefone(s):
(45) 3576-8112 - Direção do CELS
(45) 3576-8129 - Pesquisa e Extensão
(45) 3576-8128 - Coordenação de cursos
(45) 3576-8137 - Coordenação de cursos
-

Fale Conosco:
CELS

SINF 2012 v3.0 beta